Cubagem na logística: entenda como é feita e o porquê

A cubagem é elemento essencial para o transporte de cargas e motivo de muita dúvida por aí. Não estamos acostumados a enxergarmos objetos considerando suas três dimensões (comprimento, largura e altura), é mais comum ouvirmos falar em m² (comprimento e largura). Talvez, esse seja um dos motivos pelo qual o cálculo da cubagem na logística gere tanta confusão.

Por isso, vamos te explicar tintim por tintim desse processo.

Cubagem: definição

De forma simplificada, a cubagem é a relação entre o espaço total que uma carga ocupa dentro de outro espaço e o seu peso. É a capacidade do veículo de transporte, medida em metros cúbicos.

Para que é utilizada

Seja na operação de transporte ou na armazenagem, a cubagem é muito importante. No transporte, ela é determinante para o modal ideal, porte do veículo e rota de transporte.

Por exemplo, uma carga de algodão. Por maior que ela seja, em quantidade, o seu peso é leve. Ou seja, o espaço ocupado será grande, porém com peso abaixo da capacidade bruta do veículo.

Então, a cubagem entra para equilibrar os fatores tamanho e peso para, assim, encontrar um valor que represente o espaço real ocupado dentro do transporte – em m³.

Realizando a cubagem das mercadorias, temos a certeza de que a capacidade do transporte será totalmente aproveitada. Afinal, não haverá espaço sobrando – o que eleva os custos – nem excesso de peso – garantido pelo fator cubagem.

Fator cubagem

O fator cubagem é um dos integrantes do cálculo e foi criado para padronizar a capacidade dos meios de transporte e evitar excesso de peso. Ele foi definido de acordo com a capacidade de cada tipo de veículo e em conformidade com as definições da NTC & Logística.

Cada tipo de modal de transporte tem um fator cubagem determinado ele é uma constante, não muda. No transporte de cargas, usamos o fator 300. Isso quer dizer que 1m³ é equivalente a 300Kg.

Quando transportamos cargas de tamanhos variados, como no transporte de cargas fracionadas, ou mercadorias leves, mas volumosas, o fator pode ser reduzido para 250, mediante negociação. Pois, dificilmente, nesses casos, colocaremos 300kg em 1m³.

Entendido o que é o fator cubagem, vamos adiante.

Importância da embalagem

A embalagem precisa ser de qualidade e tamanho ideal para proteger o seu conteúdo durante todo o transporte. Além disso, é o tamanho dessa embalagem que será cubado.

Assim, o tipo e tamanho da embalagem estão ligados ao valor da cubagem – e, obviamente, ao valor a ser pago de frete.

Geralmente, caixas de papelão são utilizadas para unitizar mercadorias, pois protegem e seus formatos permitem melhor acomodação no transporte.

Com a embalagem ok, a mercadoria está pronta para ser cubada. Vamos lá!

Cálculo da cubagem: como é feito

O primeiro passo é encontrar o volume total da carga. Para isso, multiplique:

  • Comprimento X largura X Altura = Volume

O valor encontrado acima é multiplicado pelo fator de cubagem correspondente – no nosso caso, 300. Ficaria assim:

  • Volume X Fator de cubagem = Cubagem

Se o valor da cubagem for menor que o peso original da carga, ele é desconsiderado e o frete é calculado levando em conta o peso original.

A última etapa é encontrar o peso cubado ou quilos cubados.

Medido em quilos para metros cúbicos, o peso cubado representa o peso real que a carga ocupará dentro do veículo.

Cubagem e o valor de frete

Com a cubagem, o valor de frete será equivalente ao espaço real ocupado. Nem mais, nem menos, será pago. Tanto que cargas diferentes podem ter o mesmo valor de frete.

No entanto, se o cálculo de cubagem não for feito corretamente, prejuízos podem ocorrer. Confie essa tarefa a quem sabe realmente o processo de cubagem.

A cubagem é o que garante que o transporte será otimizado, proporcionando benefícios para todos os envolvidos nas entregas.

Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato com a gente, vamos te ajudar!



Deixe uma resposta