Carga completa e dedicada: características e viabilidade

carga completa e dedicada

 

Ao buscar uma solução logística, a economia de custos e tempo são determinantes para a escolha. Porém, no que diz respeito à modalidade utilizada para o transporte de mercadorias, a escolha deve ser feita de forma mais analítica.

Entre a modalidade de transporte de carga completa, dedicada ou fracionada, não há como dizer que uma é melhor que a outra. Pois, depende.

No geral, a melhor opção sempre será a que consegue atender as suas necessidades e colaborar com a agilidade na sua estratégia logística. Para que um transportador entregue isso a você, no momento da escolha é preciso ter as respostas das seguintes questões:

  • Quem são seus clientes e como eles consomem?
  • A gestão do seu estoque é enxuta?
  • Qual a quantidade de mercadoria e a frequência das remessas que você encaminha para cada região?
  • Qual o limite do prazo de entrega trabalhado?
  • As mercadorias precisam de um cuidado especial para não serem danificadas ou danificarem outras cargas?
  • Qual a estratégia de atuação dos seus concorrentes?

Bem, com essas informações em mãos, meio caminho já está andado para você conseguir reconhecer qual modalidade mais se encaixa no seu perfil de negócio.

Para não haver dúvidas, saiba diferenciar bem as modalidades de transporte de cargas.

Carga fracionada: a sua remessa é transportada juntamente com mercadorias de outros clientes, para atingir a lotação de um veículo. Assim, o seu custo será referente ao espaço ocupado dentro do transporte. Nessa modalidade, a rota inclui paradas para entregas de outros clientes.

Carga completa: um veículo é lotado com mercadorias de apenas um cliente e segue diretamente para o destino. O custo do transporte é todo seu. No entanto, como não há outras entregas e as mercadorias são dispostas de forma a aproveitar melhor o espaço do transporte, o custo acaba ficando mais baixo.

Carga dedicada: o cliente tem um veículo exclusivo para o seu transporte, esteja ele com lotação máxima ou não. Pode ser transportado mais de um tipo de mercadoria, desde que do mesmo cliente e que atenda às necessidades de cada carga.

Quando a carga completa é indicada?

  • Quando o volume transportado a um determinado ponto é grande o suficiente para lotar um veículo;
  • Quando as mercadorias precisam ser melhor acomodadas para diminuir o espaço utilizado e reduzir custos;

Nesta modalidade, como já dito que não há paradas ou desvios da rota, o tempo de transporte é menor. Sem outras entregas para fazer, o manuseio das mercadorias também é reduzido, o que diminui muito o risco de avarias ou perdas durante o processo.

Quando optar pelo veículo dedicado?

  • Quando há entregas com urgência;
  • Quando possui mercadorias que não podem ser misturadas com outras, como no caso de hortifrutis, por exemplo.
  • Quando a mercadoria demanda cuidado redobrado para não ser avariada;
  • Quando a mercadoria apresenta algum risco de prejudicar outras cargas.

Com o serviço de veículo dedicado, os prazos são menores e há mais garantia de qualidade na entrega.

Importante dizer que a escolha por uma modalidade de transporte não exclui a outra. Pode haver casos em que seja mais viável optar por uma diferente da usual.

O que trará, verdadeiramente, economia e eficiência para a logística do seu negócio é a constante análise de suas remessas e processos.

Na MHLog, os serviços de transporte de cargas completas e com veículo dedicado oferecem plena segurança, agilidade e transparência para os nossos clientes:

  • Abrangência nacional;
  • Frota própria ou agregada;
  • Rastreamento via satélite;
  • Gerenciamento de risco;
  • Seguro com cobertura contra acidentes e roubo.

 

Ainda com dúvidas? Converse conosco pelo chat ao lado, te ajudaremos a encontrar a solução mais indicada para o momento da sua empresa.

Categorias: